sexta-feira, 25 de setembro de 2009

ÀFÈRÈ


ÀFÈRÈ

Uso nos terreiros:

Entra no àgbo, em banhos de proteção, para limpeza dos objetos sagrados, para obtenção de boa sorte. Por ser um vegetal considerado muito positivo, acredita-se que o uso deste atrai boas amizades. È usada indistintamente para todos os orixás.

Uso em Ifá:

Classificada por como planta de Ifá, porém não consta nenhum trabalho.

Outros nomes yorubá: àfèè, afóforo, afóforo àfè, afèrè, amókóle, àyínyín, àférí e àfèèrí. (Verger 1995:730)

Nomes populares: Crideúva, piriquiteira, cambriúva, mutamba, chico-magro.

Nome latino: Trema orientalis (L) Blume. Ulmaceae.


quarta-feira, 23 de setembro de 2009

ÀBO


ÀBO

Uso nos terreiros: Desconhecido, todavia sua utilização em Ifá aponta para um vegetal bom para atrair prosperidade e proteção.

Uso em Ifá:

Do odú Ogbè ògúndá “Trabalho para acalmar alguém possuído por Xangô” (Verger 1995:292-293)

Do odú Òfún ìwòrì “Trabalho para ter boa caça” (Verger 1995:334-335)

Do odú Òfún méjì “Trabalho para dominar alguém” (Verger 1995:344-345)

Do odú èjiogbè “Trabalho para conseguir muita riqueza” (Verger 1995:356-357) e “Trabalho para fazer a chuva parar” (Verger 1995:396-397)

Do odú Okànràn méjì “Trabalho para prender um louco” (Verger 1995:382-383)

Do odú Okànràn ìretè “Trabalho para pegar um ladrão” (Verger 1995:398-399)

Do odú Okànràn òtúrá “Trabalho para conseguir descansar” (Verger 1995:398-399)

Do odú ìwòrì òyèkú “Proteção contra agressão” (Verger 1995:432-433)

Do odú Ìrù ëkùn “Proteção para prender um louco” (Verger 1995:440-441)

Do odú Òsé ogbè (Proteção contra picada de cobra” (Verger 1995:446-447)

Do odú Okànràn ìwòrì “ Proteção contra animais selvagens” (Verger 1995:448-449)

Do odú Ògúndá ogbè “Proteção contra ladrões” (Verger 1995:460-461)

Outros nomes yorùbá: Arère e àfôn

Nome popular: Araticum-da-areia

Nome latino: Annona senegalensis Pers., Annonaceae

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

ABIRUNPO





Uso nos terreiros:


Planta eró e de prosperidade associada a Oya e Ibeijí.
Suas folhas são utilizadas no àgbo, em banhos de purificação e na consagração dos objetos rituais do orixá.
Tem como função realçar simpatia na vida das pessoas.
Nas casas-de-santo, com o nome nagô kankìnsen, usam-se, indistintamente, as espécies passiflora edulis Sims., passiflora alata Dryand., e Passiflora foetida L.

Uso em Ifá:

Embora citada como planta de Ifá, não consta informação sobre seu uso.

Nome popular: Maracujá, flor-da-paixão, maracujá fedorento.
Nome latino: Passiflora edulis Sims.,., Passifloraceae

ABÍKOLO


ABÍKOLO

Uso nos terreiros:

Sob o nome de tenúbe, alguns terreiros utilizam esta planta no àgbo e em banhos para os iniciados de Ògún, Omolu e Nana, bem como para lavar os objetos rituais do orixá.
Outros terreiros a denominam de aberikuló e utilizam-na especificamente em banho de proteção e trabalhos para livrar a pessoa da morte, Como a maioria das plantas utilizadas em trabalhos para evitar a morte, suas folhas, quando maceradas produzem uma tinta escura que mancha as mãos.

Uso em Ifá:

Do odu Òfún òyéku em “receita para tratar torcicolo” (Verger 1995:227)
Do odu Òyéku òtúrúpòn em “receita para tratar picada de cobra” (Verger 1995:245)
Do odu Òkànràn ìwòrì em “trabalho para expulsar alguém da cidade” (Verger 1995:413)
Do odu Òfún méjì em “trabalho para enlouquecer alguém” (Verger 1995:417)
Do odu Ìwòrì òyékú em “proteção contra agressões” (Verger 1995:433)
Do odu Ìretè ìrosùn em “proteção para quem pisou num trabalho agressivo” (Verger 1995:439)
Do odu Òsé ogbè em “proteção contra picada de cobra” (Verger 1995:447)


Outros nomes yorubá: arójòkú e àáràgbá (Verger 1995:668)
Nomes populares: Botão-de-santo-antonio, erva-botão, cravo-bravo.
Nome latino: Eclipta alba (L.) Hassk., Asteraceae (Compositae)

ABERE OLOKO


ABÉRÉOLÓKO

Uso nos terreiros:

Usada para assentar Exu, no preparo de pós (Atin) com finalidade maléfica.
Folha gún (excitante).
Seu nome nagô significa “agulha do campo” devido o formato de suas sementes. Usada medicinalmente para combater hepatite e icterícia.

Uso em Ifá:

Do odu Òdí méjì: em trabalho de “proteção contra a ganância.”(Verger 1995:459).
Do odu Ogbè òfún em trabalho “para fazer alguém ter pesadelo.” (Verger 1995:415)

Outros nomes yorubá: Elésin máso, akésin máso, oyà, malánganran, agamáyàn, agaran moyàn, àgbede dudu oko, ajísomobíàlá (Verger l995:638) .
Nome popular: Picão, picão-preto, picão-da-praia, pico-pico, piolho-de-padre.
Nome latino: Bidens pilosa L., Compositae